Bem Vindo!!!

Pensamento do dia: "Crescer todo mundo cresce, o difícil é evoluir!"

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Olha quem resolveu aparecer

Eu acordei no meio da última noite com um pensamento que me tirou o sono por alguns minutos: “se eu não registrar aquilo que eu penso, escrever e publicar isso, quando eu morrer tudo o que guardo com tanto valor nesta minha mente maluca vai embora comigo e vai se perder para sempre”. Tão simples e tão lógico né? Só não é justo esse pensamento embarreirar meu descanso e me roubar a noite.

Vivemos na busca da eternidade. Queremos ser eternos naquilo que somos, que vivemos, que pensamos. Queremos uma vida eterna, relacionamentos eternos, condições eternas. Mas, o problema, é que tudo passa, já dizia o trocadilho do passageiro e cobrador.

Além disso, outra coisa me faz refletir na vida: qual o problema que as pessoas tem de dizer aquilo que elas pensam, discutir as coisas e se posicionar? Percebo sempre esquivamentos ou silêncios que me irritam profundamente. Gente, discutir é saudável. Nem toda conversa que se impõe posicionamento quer dizer que vale a vida. Eu geralmente sou muito incisiva no que falo, mas isso (nem de longe) significa que eu não esteja aberta a mudar de ideia ou a aprender com o seu ponto de vista. Somos seres mutantes e mutáveis e reconhecer que não se sabe tudo é um jeito de aprender na vida.

O que quero dizer com essas ideias soltas é que registrar o que se pensa é uma linda maneira de buscar a eternidade do que se é. É um jeito de parar de cansar o ouvido das pessoas com tantas bobagens e pode ser também uma maneira de registrar minha posição, mesmo que ninguém leia. 

Eu podia estar matando, eu podia estar roubando, mas estava lá, acordada no meio da noite pensando em tudo isso. Coisa de gente louca.

Tô de volta!

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Você tem fome de que?

Hoje o meu post não é exatamente um texto, mas uma sequencia de significados e significantes. Não é uma leitura linear, mas estão todas ligadas no mesmo sentimento!

Começo com umas imagens do Quino, o cartunista argentino autor da Mafalda. Desiludido com o rumo deste século no que diz respeito a valores e educação, deixou impresso no cartum o seu sentimento. Reflitam!












Carlos Drummond de Andrade, tem sua própria forma de expressar o seu sentimento do mundo.


Tenho apenas duas mãos 
e o sentimento do mundo, 
mas estou cheio escravos, 
minhas lembranças escorrem
e o corpo transige 
na confluência do amor.

Quando me levantar, o céu 
estará morto e saqueado, 
eu mesmo estarei morto, 
morto meu desejo, morto 
o pântano sem acordes.

Os camaradas não disseram 
que havia uma guerra 
e era necessário 
trazer fogo e alimento. 
Sinto-me disperso, 
anterior a fronteiras, 
humildemente vos peço 
que me perdoeis.

Quando os corpos passarem, 
eu ficarei sozinho 
desfiando a recordação 
do sineiro, da viúva e do microcopista 
que habitavam a barraca 
e não foram encontrados 
ao amanhecer

esse amanhecer 
mais noite que a noite.



Não menos importante, o livro de Filipenses nos traz uma palavra de que mesmo na tribulação ou na dificuldade precisamos ter esperança, não esmoecer. Ou como dizia Ludmilla Faber "em tempos de guerra, nunca parar de lutar".

“Alegrai-vos sempre no Senhor. Repito: alegrai-vos! Seja conhecida de todos os homens a vossa bondade. O Senhor está próximo. Não vos inquieteis com nada! Em todas as circunstâncias apresentai a Deus as vossas preocupações, mediante a oração, as súplicas e a ação de graças. E a paz de Deus, que excede toda a inteligência, haverá de guardar vossos corações e vossos pensamentos, em Cristo Jesus” (Filipenses 4,4-7).



No mais amigos, é isso. Vamos caminhando! Boa caminhada. Um passo de cada vez.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Apenas mais uma canção de amor

Era madrugada de 09/12/2012, mais ou menos 02h30 da manhã e eu tive um encontro com Deus. O instrumento dessa obra chama-se Brais Oss & Cia. O lugar era a sede da Canção Nova em Cachoeira Paulista. A oportunidade tinha nome: Hosana Brasil.

Não era a primeira vez que eu estava neste evento, já havia sido encantada por um mesmo Luau, como este mesmo, há um ano atrás. A plateria era menor, os olhares atentos diferentes. Mas ali havia a mesma graça, o mesmo desejo de Deus, a vontade de encontrasse com Ele em uma de suas três pessoas.

Estava dispersa, cansada. Quando cheguei já estava tudo montado e as pessoas ansiosas.

Para não dormir e não dispersar,  me vesti de uma cara de pau, da qual não me orgulho, e coloquei meu lençol na beirinha do palco, precisava estar ali perto. Minha atenção estava dividida, mas Ele foi me chamando aos pouquinhos. Entre uma mensagem e outra, uma música ou palavras cheias de significados me conquistavam, me cativavam. Deus estava ali disposto a me roubar de tudo o que me prendia longe dele. Disposto a me enamorar.

Foi então que veio o convite: "Você quer ter um encontro com Deus? Não tenha medo". Quis ir, mas hesitei. Tive medo, faltou coragem e fui fraca. Mas ele não desistiu de mim. Quando pensei em jogar meu pensamento para longe, para me dispersar e não pensar na oportunidade perdida, Deus  deu um jeintinho de chamar minha atenção. A sensação (real) eram de 70kg em cima da minha cabeça. Sem exagero. Tive trabalho para ajeitar minha amiga repousada que caiu em cima de mim. Não foi difícil de entender, a responta veio rápido para todo o turbilhão de coisas que estava pensando e sentindo. Entendi o recado. Foi difícil montar o quebra-cabeças... Mas estou me dedicando.

A primeira missão que está clara diante de meus olhos e  me foi entregue neste encontro, ou neste empurrãozinho que recebi, é que preciso me entregar a este amor. De verdade, por inteiro, confiar e não ter medo. Vejo outros caminhos que vou precisar percorrer. Mas, as peças deste jogo foram espalhadas em três dias de Hosana Brasil. Logo, é preciso um pouco mais de tempo de reflexão para entender o que ele quer de mim.

Eu te convido a se jogar em Deus, a aproveitar chances como essas, instrumentos como esses para ir vagarosamente se encontrando, O encontrando e mergulhar no processo de auto-conhecimento e de encontro com Deus. Não tenha medo de criar oportunidades, de ter encontros. É neles vamos encontrando forças para entender aquilo que nossa razão não explica.

Para você que não estava lá tive o atrevimento de registrar 1min38seg do que esse missionário chamado Brais Oss tem feito por ai.Neste vídeo. É claro que esse trecho, pra mim, também está cheio de significados. Delicie-se e morra de vontade da próxima vez também estar lá, e que estejamos!!!

No mais amigos, vamos caminhando! Boa caminhada. Um passo de cada vez.





quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Originalidade

Seja você mesmo e conquiste seus próprios espaços! Assim, eles terão muito mais valor!!!! *-*

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Solidão

"Gosto de ficar sozinho. Nunca encontrei companhia mais companheira do que a solidão. Em geral estamos mais solitários quando saímos e convivemos do que quando ficamos em nossos aposentos." Henry Thoreau