Bem Vindo!!!

"Crescer todo mundo cresce, o difícil é evoluir!"

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Toda hora é hora de começar

Talvez a minha relação com esse blog seja a mesma que tenho comigo mesma! Não é que eu me esqueça dele. Na verdade, estou sempre de olho, sempre tendo ideias novas, mas acabo deixando sempre para segundo plano. Sempre fica pra depois. A verdade é que estou sempre rodeada de coisas para fazer. Estou sempre adotando novos projetos, sempre engajada em novas coisas. Até gosto de ser assim!

Este ano, para me organizar melhor, tive que não só adotar uma agenda, coisa que já faço há muitos anos, mas também me comprometer a anotar TODOS os meus compromissos! Sem exceção! A iniciativa foi boa e ruim. 

Foi boa por que me fez perceber que estou atordoada de tarefas, que realmente tenho muitas coisas pra fazer. Me fez visualizar e me ajudar no processo de escolha do que fazer, de qual compromisso ir e não me esquecer daquilo que havia prometido. Foi um processo de autoanálise e de percepção de que, não é que eu seja muito popular, mas tenho muitos amigos e, acredite, pessoas demandam tempo. Por que para o mínimo de manutenção da relação, seja qual for ela, é preciso ter tempo para o outro. Tempo para dar carinho, tempo para dar atenção, tempo para dizer que você está vivo e que por mais distantes que vocês estejam o respeito e amizade permanecem. E até isso, vez ou outra, precisa ser dito, olho no olho. 

O lado difícil e ruim, foi ter que escolher. Ainda mais difícil foi perceber que estou sim em falta com muitas pessoas que amo. Que realmente estou ausente e que preciso redobrar os trabalhos no quesito organização. 

Com o blog não é diferente. Preciso me organizar para escrever mais. Afinal, vontade, assunto e ideias não faltam. É só mesmo uma questão de coragem. 

Quero passar a escrever aqui mais sobre mim, coisas que nunca havia feito até então. Sempre tive muito medo da exposição e de dar a outros a chance de ter assunto para falar de mim. Mas, agora sino a necessidade de dizer, de falar... e acho que aqui pode ser o melhor lugar. Talvez alguns assuntos e pessoas ganhem pseudônimos, mas já é uma boa tentativa de dizer. 

Eu não espero ter leitores, nem público. Na verdade nem pretendo divulgar que voltei a escrever. Se alguém me descobrir, ok, mas não farei barulho. Não quero fazer promessas, nem quero espetacularizar esse momento também. Eu sei que é um espaço público, mas é se acontecer! Não vou me preocupar com isso agora. 

Por hora é isso. Vamos caminhando, vamos de mãos dadas! Um passo de cada vez! 


sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Ano novo

É... Chegou 2013! Mais um ano nas costas e aparentemente tudo parece ser o mesmo! Ao meu redor vejo as mesmas promessas requentadas, retrospectivas que mudam de dono.

Para tentar passar por esse processo de forma diferente eu tentei me lembrar de como eu era em dezembro de 2011 e como esperava que fosse 2012. Não posso ser ingrata de achar que esse ano foi indiferente, não foi!

Cresci muito... Muito mesmo! Consegui olhar pra mim mesma como nunca havia experimentado olhar. Consegui ver coisas em mim e ter a maturidade de ouvir o que muitos achavam de mim! Foi difícil, mas sobrevivi!

Acredite, sempre achei que viradas de ano não precisavam ser o inicio de um ciclo, que não precisávamos de um réveillon pra mudar, pra sonhar, pra esperar. Mas é difícil não se contagiar com o espírito desta época do ano.

Não me prendi necessariamente em uma promessa de ano novo, mas aproveitei meu momento Hosana Brasil para rever meu 2012 e escrever. Cheguei a conclusão de que promessas não combinam comigo. É preciso sonhar, planejar, claro! Mas, quem vive de promessa é São Sivirino do Ramo e eu, geralmente, não consigo cumprir. Tenho de parar de querer abraçar o mundo com as pernas, e preservar o que já foi conquistado.

Usei os últimos 30 dias para gerir os últimos 365 (Isso mesmo estou considerando dez/2011)! Foi menos doloroso que eu esperasse que fosse.

Estou feliz, inspirada como nunca pq finalmente comecei entender onde nascem meus principais fantasmas.

Para 2013, quero resgatar uma de minhas melhores companhias que foi abandonada ano passado, a leitura. Devo escrever mais sobre ela... Não farei resenhas com tanta competência e prontidão como o Casos e Acasos, mas darei meu ponto de vista de vida e como essas leituras ajudam nos passos de um cotidiano. Espero que gostem... Que acompanhem... Estou reunindo um material super bom pra compartilhar!

Não tenho promessas para 2013. Tenho sonhos que serão tirados da gaveta. Somente! Sem os dramas e prazos!

Nos meus primeiros dias de ano novo, resolvi sair das 30 primeiras páginas do livro "Um homem de sorte", do Nicholas Sparks.

Para me ajudar a começar o ano com o pé direito, a leitura romântica e clichê dê Sparks me surpreende ao me dizer que "às vezes coisas as coisas mais ordinárias podem transformar-se em extraordinárias, simplesmente se realizadas pelas pessoas certas". Simples, mas é isso.

Sempre acreditei que nada nesta vida acontece por acaso, e não acontece mesmo. Não acredito em sorte, não acredito em destino... Acredito em Deus! E ser uma pessoa de sorte pra mim é ter Deus, acreditar nele!

Logo, se tem uma coisa que quero em 2013 e estar com as pessoas certas e ser uma mulher de sorte, cheia de fé, cheia de Deus!! ;)

No mais amigos, é isso. Vamos caminhando. Boa caminhada! Um passo de cada vez.

(Relevem alguns erros espalhados por aí, não é fácil postar do celular)

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Você tem fome de que?

Hoje o meu post não é exatamente um texto, mas uma sequencia de significados e significantes. Não é uma leitura linear, mas estão todas ligadas no mesmo sentimento!

Começo com umas imagens do Quino, o cartunista argentino autor da Mafalda. Desiludido com o rumo deste século no que diz respeito a valores e educação, deixou impresso no cartum o seu sentimento. Reflitam!












Carlos Drummond de Andrade, tem sua própria forma de expressar o seu sentimento do mundo.


Tenho apenas duas mãos 
e o sentimento do mundo, 
mas estou cheio escravos, 
minhas lembranças escorrem
e o corpo transige 
na confluência do amor.

Quando me levantar, o céu 
estará morto e saqueado, 
eu mesmo estarei morto, 
morto meu desejo, morto 
o pântano sem acordes.

Os camaradas não disseram 
que havia uma guerra 
e era necessário 
trazer fogo e alimento. 
Sinto-me disperso, 
anterior a fronteiras, 
humildemente vos peço 
que me perdoeis.

Quando os corpos passarem, 
eu ficarei sozinho 
desfiando a recordação 
do sineiro, da viúva e do microcopista 
que habitavam a barraca 
e não foram encontrados 
ao amanhecer

esse amanhecer 
mais noite que a noite.



Não menos importante, o livro de Filipenses nos traz uma palavra de que mesmo na tribulação ou na dificuldade precisamos ter esperança, não esmoecer. Ou como dizia Ludmilla Faber "em tempos de guerra, nunca parar de lutar".

“Alegrai-vos sempre no Senhor. Repito: alegrai-vos! Seja conhecida de todos os homens a vossa bondade. O Senhor está próximo. Não vos inquieteis com nada! Em todas as circunstâncias apresentai a Deus as vossas preocupações, mediante a oração, as súplicas e a ação de graças. E a paz de Deus, que excede toda a inteligência, haverá de guardar vossos corações e vossos pensamentos, em Cristo Jesus” (Filipenses 4,4-7).



No mais amigos, é isso. Vamos caminhando! Boa caminhada. Um passo de cada vez.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Apenas mais uma canção de amor

Era madrugada de 09/12/2012, mais ou menos 02h30 da manhã e eu tive um encontro com Deus. O instrumento dessa obra chama-se Brais Oss & Cia. O lugar era a sede da Canção Nova em Cachoeira Paulista. A oportunidade tinha nome: Hosana Brasil.

Não era a primeira vez que eu estava neste evento, já havia sido encantada por um mesmo Luau, como este mesmo, há um ano atrás. A platéia era menor, os olhares atentos diferentes. Mas ali havia a mesma graça, o mesmo desejo de Deus, a vontade de encontrasse com Ele em uma de suas três pessoas.

Estava dispersa, cansada. Quando cheguei já estava tudo montado e as pessoas ansiosas.

Para não dormir e não dispersar,  me vesti de uma cara de pau, da qual não me orgulho, e coloquei meu lençol na beirinha do palco, precisava estar ali perto. Minha atenção estava dividida, mas Ele foi me chamando aos pouquinhos. Entre uma mensagem e outra, uma música ou palavras cheias de significados me conquistavam, me cativavam. Deus estava ali disposto a me roubar de tudo o que me prendia longe dele. Disposto a me enamorar.

Foi então que veio o convite: "Você quer ter um encontro com Deus? Não tenha medo". Quis ir, mas hesitei. Tive medo, faltou coragem e fui fraca. Mas ele não desistiu de mim. Quando pensei em jogar meu pensamento para longe, para me dispersar e não pensar na oportunidade perdida, Deus  deu um jeintinho de chamar minha atenção. A sensação (real) eram de 70kg em cima da minha cabeça. Sem exagero. Tive trabalho para ajeitar minha amiga repousada que caiu em cima de mim. Não foi difícil de entender, a responta veio rápido para todo o turbilhão de coisas que estava pensando e sentindo. Entendi o recado. Foi difícil montar o quebra-cabeças... mas estou me dedicando.

A primeira missão que está clara diante de meus olhos e  me foi entregue neste encontro, ou neste empurrãozinho que recebi, é que preciso me entregar a este amor. De verdade, por inteiro, confiar e não ter medo. Vejo outros caminhos que vou precisar percorrer. Mas, as peças deste jogo foram espalhadas em três dias de Hosana Brasil. Logo, é preciso um pouco mais de tempo de reflexão para entender o que ele quer de mim.

Eu te convido a se jogar em Deus, a aproveitar chances como essas, instrumentos como esses para ir vagarosamente se encontrando, O encontrando e mergulhar no processo de auto-conhecimento e de encontro com Deus. Não tenha medo de criar oportunidades, de ter encontros. É neles que vamos encontrando forças para entender aquilo que nossa razão não explica.

Para você que não estava lá, tive o atrevimento de registrar 1min38seg do que esse missionário chamado Brais Oss tem feito por ai. É claro que esse vídeo, pra mim, também está cheio de significados. Delicie-se e morra de vontade de na próxima vez também estar lá. E que estejamos!!!

No mais amigos, vamos caminhando! Boa caminhada. Um passo de cada vez.





quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Originalidade

Seja você mesmo e conquiste seus próprios espaços! Assim, eles terão muito mais valor!!!! *-*